VSL: O que é Video Sales Letter e Como Criar Um

Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp

Não é segredo para ninguém que os conteúdos em formato de vídeo conquistam cada vez mais adeptos. Por isso, saber o que é um Video Sales Letter (VSL) e, mais do que isso, entender como utilizá-lo na sua estratégia de divulgação e vendas de um infoproduto é essencial. 

Só para se ter uma ideia, de acordo com dados da Kantar, o consumo de vídeos bateu recorde no Brasil no último ano. O nosso país como um todo se destaca no consumo de vídeos em relação à média global. O estudo aponta que 80% dos brasileiros assistiram vídeos online gratuitos contra 65% dos estrangeiros. 

O mesmo vale para vídeos em redes sociais (72% dos brasileiros contra 57% dos estrangeiros) e vídeos em serviços por assinatura (62% dos brasileiros x 50% dos estrangeiros). E o crescimento acontece independentemente da forma de acesso: 68% dos usuários de internet viram mais vídeo e TV online por streaming.

Trouxemos esses dados atualizados apenas para te mostrar que o consumo de material em formato audiovisual está em alta. Assim, se você ainda não utiliza esse tipo de conteúdo para vender seus infoprodutos, acredite: você está perdendo dinheiro. Além disso, está deixando de aumentar a sua credibilidade no mercado e, também, está ficando para trás na concorrência. Não queremos isso, não é mesmo?

E é para mudar isso, começar a aumentar o seu lucro e saber como fazer um VSL matador para o seu infoproduto que preparamos este material. Vem ver! 

– Você também pode se interessar por: TikTok: aplicativo de vídeos que é a febre do momento

O que é um VSL?

Pois bem, primeiramente é necessário explicar o que é um VSL, certo? Assim sendo, VSL é a junção das iniciais de três palavras em inglês: video sales letter. Traduzindo ao pé da letra, a expressão é algo como “carta de vendas em vídeo”.

Ou seja, compreende-se que VSL é um vídeo de alto valor criado especialmente para levar o público a comprar o seu produto. Esse material tem um alto poder de auxiliar, impulsionar e guiar o consumidor até a compra.

Muitos empreendedores e empresas já compreenderam o poder do VSL. E, por isso, já começaram a converter as suas longas cartas de venda escritas para o formato de vídeo.

Assim, ao invés de o internauta chegar até a página de vendas do seu infoproduto e se deparar com uma página de rolagem gigantesca, agora ele encontra um vídeo  que traz todas as informações que ele precisa saber sobre o seu produto e/ou serviço.

Vale lembrar que, para ter o sucesso esperado, é importante que o VSL seja bem produzido. Entretanto, isso não significa que é necessário investir uma alta quantia de dinheiro – ou até mesmo gastar muito tempo – na sua produção.

Para ficar facilitar ainda mais a compreensão, preparamos um vídeo, com apenas 1 minuto, explicando o que é o VSL:

O que é VSL?

Abaixo, vamos falar de três tipos de vídeos que costumam ser utilizados na página de vendas e ajudam a aumentar as conversões do seu infoproduto. 

Os três principais formatos de VSL

Para fazer o seu vídeo e acrescentá-lo na sua página de vendas, é importante conhecer quais são os principais formatos de audiovisual que costumam fazer sucesso. São eles: 

  • Screencast: para esse formato de VSL, você criará um powerpoint com a sua carta de vendas escrita Depois, irá gravar a tela com um programa especializado para isso (por exemplo, o Camtasia) e fará uma narração por cima do vídeo, deixando-o bem explicado e dinâmico. Esse tipo de conteúdo costuma ser o mais fácil e prático de ser produzido.
  • Filmagem: se o seu objetivo é criar uma maior conexão com o seu público logo na primeira impressão, a filmagem pode ser uma boa escolha de formato para o seu VSL. Aqui, o “dono” do infoproduto (ou alguém que represente o negócio) mostra o seu rosto e conversa com o público. Sempre, é claro, levando um conteúdo rico, didático, relevante e que ajude o consumidor a adquirir de vez o produto.
  • Animação: o vídeo em formato de animação pode exigir um maior conhecimento técnico. Afinal, será necessário criar animações que explicam o seu infoproduto e levem o público a adquiri-lo. Se você souber como fazer essa parte técnica, ótimo. Caso não saiba, talvez seja necessário contratar um profissional de animação – ou, então, optar por outro formato de vídeo.

Qual o melhor formato de vídeo para vender o meu infoproduto? 

Seja qual for o formato escolhido para apresentar o seu produto digital, lembre-se de que o conteúdo deve ser qualificado e efetivo. Ele não pode ser facilmente encontrado no Google por uma simples pergunta. 

O seu objetivo é atrair e manter a atenção do seu público até o final. É conseguir diferenciar-se das infintas informações que estão disponíveis na internet. E, por fim, garantir que essa atenção conquistada se torne mais uma conversão/venda para o seu infoproduto. 

E como fazer para escolher o melhor formato de VSL? Não há uma resposta certa para essa pergunta. Analise qual deles você terá mais facilidade e propriedade para fazer. Também, verifique a concorrência e confira o que está fazendo mais sucesso no momento com o seu nicho de mercado. Lembre-se, também, de garantir que o aspecto final fique sempre o mais profissional possível.

Afinal, de nada adianta você desejar fazer um VSL em formato de animação se não possui as ferramentas técnicas para alcançar esse objetivo. Seja realista com a sua situação e, a partir dela, faça o seu melhor. 

Por que utilizar um VSL?

Agora que você já entendeu o que é o video sales letter e conhece os principais formatos desse material, confira quais são as principais vantagens e motivos que irão fazer com que você opte por acrescentá-lo na sua estratégia de divulgação. 

Pois bem, de acordo com informações presentes em um infográfico da Video Marketing Academy, utilizar o VSL na sua estratégia de vendas e divulgação traz diversas vantagens para o seu negócio. Dentre eles:

  • As informações da sua oferta chegam ao público na sequência e no momento que você desejar. Não tem como a pessoa digitar um “CTRL + F” e pular direto para a palavra que ela deseja ver. Ela assistirá todo o vídeo;
  • A possibilidade de triplicar as conversões nas suas vendas quando elas são acompanhadas por vídeos;
  • Trazer um conteúdo mais rico, informativo, útil e interessante, destacando-se das cartas de vendas tradicionais;
  • Agregar mais valor ao seu produto antes de informar o preço dele, aumentando o interesse do público em adquiri-lo;
  • Conforme falamos anteriormente, conteúdos no formato audiovisual estão em alta. Assim, o VSL é uma forma de atrair mais a atenção das pessoas e apresentar a sua mensagem de maneira dinâmica e assertiva, garantindo que ela seja ouvida com atenção;
  • Compreender a situação atual de mercado: muitas pessoas não têm paciência para ler cartas de vendas. E o VLS resolve essa questão.
  • Aumentar a credibilidade e a autoridade da sua marca, posicionando-se como especialista no assunto de forma autêntica. 

Comprovando o sucesso e as vantagens do video sales letter por meio de dados  

Ok, se você chegou até aqui, com certeza já entendeu as vantagens do video sales letter para as suas vendas, certo? Entretanto, como se não bastasse, existe mais um dado que pode te mostrar o peso dessa estratégia para o sucesso do seu negócio:

De acordo com uma pesquisa feita pela Hubspot e compartilhada pelo Mestre da Copy, 90% consumidores disseram que vídeos de vendas foram decisivos para que eles efetuassem suas compras online.

Ou seja: o VSL, quando bem feito, é um importante fator de decisão para o seu público realmente comprar o seu produto e, então, virar seu cliente. 

Dicas iniciais para criar o seu VSL

Primeiramente, a nossa dica é criar um vídeo que contenha entre 12 e 24 minutos. Com um vídeo muito mais curto será difícil passar toda a credibilidade, segurança, solidez, valores e benefício que o seu produto oferece. 

Outro ponto importante é garantir que o seu vídeo tenha disponível o controle para pausar o vídeo quando desejar – entretanto, retire o botão de avançar e/ou retroceder. Dito isso, agora podemos seguir para o nosso passo a passo para você criar o seu vídeo: 

Passo a Passo para criar um VSL incrível 

“Tá, já entendi a importância do VSL e quero criar um para divulgar o meu negócio. Como faço isso?”. Não se preocupe, criamos um passo a passo para te ajudar nessa missão.

1. Crie o roteiro para o vídeo

Não importa o formato que você escolheu para fazer o VSL, o primeiro passo será montar o roteiro dele para garantir que a mensagem seja bem passada para o público. 

Para isso, separamos aqui dicas de ouro de Jim Edwards, especialista em VSL, que sugere a seguinte sequência na hora de criar um bom roteiro para atrair, entreter, envolver e realmente conversar com o seu cliente em potencial. Olha só: 

  1. Abrir o vídeo com uma afirmação chocante;
  2. Estabeleça o problema e explique porque esse problema precisa ser resolvido;
  3. “Problematize” o problema – ou seja, mostre a pior das hipóteses que pode acontecer caso esse problema não seja resolvido;
  4. Torne o problema ainda pior! Isso significa: ultrapasse os limites do emocional e pegue “na veia” do seu público;
  5. Apresente a solução – que, é claro, é o seu produto!;
  6. Mostre credibilidade exibindo o motivo de os internautas ouvirem o que você fala. Fale com confiança e revelando o porquê você é autoridade no assunto;
  7. Prove que o que você diz é verdade (apresente dados, referências, depoimentos reais, gráficos, entre outros);
  8. Liste os principais benefícios do seu produto ou serviço;
  9. Crie um senso de urgência e especifique as razões para o público agir agora. Ou seja, já fazer a compra e virar seu cliente;
  10. Fechamento.

Depois que você tem o roteiro detalhado, é hora de pensar em um excelente título do vídeo para chamar a atenção do público. Existem pessoas que gostam de pensar no título antes mesmo do roteiro – ou que já têm ele definido desde o início.

Entretanto, se você precisar pensar no título, lembre-se de que ele deve ser. É preciso que ele faça uma promessa e incite as pessoas a assisti-lo.

2. Escolha o formato do seu VSL e comece a trabalhar na sua produção

Agora que você tem o roteiro do vídeo, é hora de pensar se ele será no formato de animação, screencast ou filmagem. 

Caso opte pela animação, conforme falamos anteriormente, é essencial que você tenha esse conhecimento e habilidade para criar o seu vídeo de forma mais profissional possível.

Caso opte pela filmagem, é hora de gravar você mesmo (ou outra pessoa que será a porta-voz do produto). Lembre-se de optar por um fundo neutro e/ou que faça sentido para o seu infoproduto. 

Também, garanta que a dicção da pessoa que fala ao vídeo seja boa, facilmente compreendida e ela fale com a linguagem adequada para se comunicar com o público. O áudio deve ter qualidade e, também, a imagem deve seguir um padrão profissional de vídeo. Ainda, é muito importante que a iluminação favoreça a filmagem.

Por fim, caso opte pelo screencast, é hora de fazer a sua apresentação (pode ser até mesmo no powerpoint). Você até pode optar por fazer um material mais simples e neutro, ou seja, apenas o texto sobre um fundo monocromático.

Entretanto, a nossa dica é apostar em um estilo mais dinâmico e usar utilizar imagens, animação, bullet-points, entre outros. Sempre, é claro, pensando em deixar o conteúdo mais rico e atraente para o seu futuro cliente. 

Outro ponto importante é a narração do vídeo, que deve ser feita com entusiasmo e com um tom que passe credibilidade e segurança. 

Seja qual for o formato do VSL, faça-o com calma e muito apreço

Pense que o vídeo bem feito pode ser o fator diferencial para você efetivamente vender o seu produto. Por isso, na hora de fazê-lo, use a sua criatividade, estude muito bem o seu nicho de mercado, produza com calma e muito capricho. 

Além disso, busque ferramentas tecnológicas que podem te ajudar na hora de fazer o vídeo. O screencast, conforme falamos anteriormente, pode ser feito com o auxílio do Camtasia. Ainda, use alguma plataforma para fazer o seu roteiro, pode ser desde o bloco de notas, passando pelo Google Docs ou até mesmo o Evernote.

3. Grave, analise, peça opiniões… 

Nem sempre a primeira versão do seu VSL será a final. Por isso, após fazer o roteiro e definir qual será o formato do vídeo, é hora de gravá-lo. Nesse momento, não hesite em buscar sempre pelo melhor resultado possível. 

Analise o vídeo friamente, peça opiniões de pessoas de confiança, confira o que pode ser melhorado, entre outros. Sempre tenha em mente que esse vídeo pode ser o fator decisivo que transformará a sua vida de um momento para o outro. Assim, todo o cuidado é importante! 

Ps: por outro lado, o feito é melhor do que o perfeito! O perfeccionismo é importante, mas não buscamos por um vídeo robótico, mas sim, humano. É importante encontrar esse equilíbrio e apresentar um material final que tenha a capacidade de atrair o público e convencê-lo de que você está vendendo a melhor solução para a necessidade, dor ou desejo dele.

4. Faça o upload do seu vídeo e otimize a sua página de vendas

Por fim, mas não menos importante, é hora de finalizar o vídeo e publicá-lo na sua página. E, é claro, de nada adianta você ter um VSL super bem produzido se a sua página de vendas não está otimizada de acordo, certo?

Por isso, é essencial focar também nesse quesito. Um dos passos mais importantes é criar um título (headline) atrativo para a sua página. Após, aparecerá o seu vídeo e, por fim, um botão de compras simples, curto, direto e bem visível. O objetivo é realmente garantir que o seu futuro cliente deixe de ser “futuro” e passe a ser cliente agora mesmo. 

Ps: sabemos que criar uma excelente página de vendas é um fator extremamente importante para o sucesso do seu infoproduto. Por isso, para saber mais sobre o assunto ter uma página com resultados avassaladores, confira o nosso artigo: Como Criar Página de Vendas: 11 Erros que Você não Deve Cometer e inspire-se!

Pronto para criar o seu VSL vencedor? 

Por fim, é possível concluir que, se você tem como objetivo aumentar as suas vendas pela internet, é muito importante criar um bom vídeo de vendas. Ou seja, um VSL que destaque-se dos demais, atraia a atenção do público, seja relevante e, é claro, alavanque os resultados do seu negócio. 

Esperamos que esse artigo tenha te ajudado a compreender mais sobre o cenário audiovisual no Brasil e, é claro, te inspire a mergulhar de cabeça nessa estratégia que está tão em alta – e que não dá indícios de que perderá a sua importância tão cedo. 

Entretanto, se chegou até aqui e ainda tem dúvidas sobre o assunto ou deseja aprender mais sobre lançamentos digitais, infoprodutos e, também, VSL, continue acompanhando o nosso blog. Estamos sempre trazendo novidades que vão te ajudar a ter sucesso nessa área!

Escrito por
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Quer receber mais conteúdos como esse de graça?

Inscreva-se para receber nossos conteúdos por e-mail e participe da comunidade da Leadlovers

Leadlovers Tecnologia
CNPJ: 22.799.684/0001-76
Rua do Semeador, 461 | CIC • Curitiba|PR • 81270-050
© 2015 – 2022 leadlovers