Conheça o Facebook Watch: A novidade que parece uma junção de YouTube e Netflix dentro da maior rede social do mundo

Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp

Há alguns meses tem se falado sobre produção original de vídeos no Facebook. Mas agora é oficial.

Logo no início de agosto, o Facebook anunciou uma novidade que promete ser bem interessante para os seus usuários: O Facebook Watch.

A plataforma ainda não está disponível por aqui, mas já está dando o que falar. Quer entender um pouco mais sobre isso? Só continuar a leitura que contaremos tudo o que foi anunciado até agora.

O que é o Facebook Watch?
O que é o Facebook Watch?

O que é o Facebook Watch?

O Facebook Watch nada mais é do que uma plataforma de vídeos. Sim. Youtube e Netflix que se cuidem. Parece que não foi apenas o Snapchat que ‘virou alvo’ de Mark Zuckerberg.

E foi o próprio CEO que anunciou em seu perfil no Facebook a novidade por meio de um post com um vídeo de apresentação e uma pequena descrição. Apesar de ter sido breve e sucinto em suas palavras, Mark frisou que será um espaço tanto para produtores profissionais quanto para pessoas comuns, isto é, os usuários.

Além disso deixou bem claro o foco do Watch: Assistir a um programa não precisa ser uma atividade passiva. Pode ser uma chance de compartilhar experiências e reunir pessoas que se interessam pelas mesmas coisas”.

O vídeo postado por ele, pode ser assistido abaixo: 

Já o Diretor de Produto do Facebook, Daniel Danker disse: Watch é uma plataforma para todos os produtores e editores se conectarem com a sua audiência, criar uma comunidade de fãs apaixonados e ganhar dinheiro pelo seu trabalho.Bem a cara do YouTube mesmo, não?

O Watch estará disponível em dispositivos móveis, desktop e até em aplicativos para TV. A boa notícia é que, pelo menos por enquanto, não será cobrado para usar o recurso, bastará ter uma conta no Face para acessar.

Facebook Watch: Visão dos episódios em um dispositivo móvel iOS
Visão dos episódios em um dispositivo móvel iOS

Entretanto, nos resta ter calma para experimentar e tirar nossas próprias conclusões. No momento o Facebook Watch encontra-se disponível apenas para alguns poucos usuários lá na terrinha do Tio Sam.

Mas qual a diferença entre Facebook Watch e os vídeos que já existem por lá?

Sim. No Facebook já existem vídeos há um bom tempo e eles ocupam cada vez o nosso feed de notícias. Porém, por enquanto os vídeos funcionam lá como qualquer outro post normal, como textos e fotos, por exemplo.

O Watch vai muito além disso, será um espaço em separado para os usuários assistirem vídeos, ou seja, uma espécie de aba ou guia exclusivamente para isso.

De acordo com o próprio Danker: “Conforme mais e mais pessoas aproveitavam a experiência de vídeos, aprendemos que as pessoas gostam de assistir vídeos no Feed de Notícias, mas também querem um lugar dedicado apenas para assistir vídeos.”

Para isso, a plataforma contará com duas partes básicas: A ‘Watchlist’ que, como nome diz, funcionará como uma lista para reunir os episódios para assistir e a ‘Discover’ que será um feed semelhante a aba ‘Explorar’ do Instagram.

Visão em um dispositivo móvel das duas categorias principais dentro do Facebook Watch: Discover e Watchlist com destaque para a Watchlist
Visão em um dispositivo móvel das duas categorias principais dentro do Facebook Watch: Discover e Watchlist com destaque para a Watchlist

 

Aliás, o Facebook Watch recomendará conteúdos para os usuários assistirem de forma personalizada por meio de categorias como ‘O que está fazendo as pessoas rirem’ – que baseará na quantidade de reação ‘haha’ dos usuários -, ‘O que os seus amigos estão assistindo’ e ‘Os mais comentados’.

Em relação a receita gerada pelos anúncios que aparecerão durante a exibição dos vídeos, os produtores terão direito a 55% da receita, isto é, o Facebook ficará com os outros 45%.

Outros diferenciais do Facebook Watch

Além de servir para que produtores e usuários desenvolvam seus conteúdos em vídeo por lá, ao que tudo indica o Facebook, a exemplo da Netflix, também terá suas próprias produções.

Porém, a princípio, isso ainda não acontecerá. No momento somente parceiros estão produzindo para o Watch, alguns, é claro, mediante investimento do Face. Segundo anunciado o objetivo desse financiamento é inspirar mais pessoas a criarem dentro do Facebook Watch.

Entre uma das apostas financiadas pelo Facebook está a série de Returning the Favor apresentada por Mike Rowe, que mostrará pessoas que fizeram algo de extraordinário em benefício da sociedade. E, como o próprio nome da série sugere, haverá alguma recompensa para elas.

O interessante é que são os próprios seguidores do apresentador que estão indicando os candidatos.

Facebook Watch: Outros diferenciais
Outros diferenciais do Facebook Watch

A promessa do Facebook Watch é de um espaço com muita variedade, contando com programas de esportes ao vivo até os de comédias. Já até sabemos alguns nomes confirmados em sua programação, como: Major League Baseball, Gabby Bernstein, Kitchen Little do Tastemade.

O diferencial do Watch parece estar mesmo na interação entre os usuários enquanto assistem aos programas, pois as pessoas poderão mostrar aos seus amigos o que estão assistindo e até mesmo conversarem entre si enquanto veem algo por lá.

Será possível grupos para discutir os programas, fazer indicações e, é claro, socializar. Mas não é só os usuários comuns que participarão, a intenção é que ídolos e espectadores conversem por lá também. Uma aproximação que, sem dúvidas, muitos fãs irão adorar.

Aprendemos com o Facebook Live que os comentários e reações de pessoas a um vídeo são muitas vezes parte da experiência como o próprio vídeo.” – Conta o Diretor de Produto do Facebook, Daniel Danker.

O Watch realmente parece ter tudo a ver com o Facebook, pois, os usuários acessam uma rede social para se relacionar com o seu círculo, certo?

Enfim

Facebook Watch: Enfim...
Enfim…

Agora você deve ter entendido porque o título do artigo diz que o Facebook Watch parece ser uma junção de YouTube e Netflix e apesar de um tanto quanto previsível, tem tudo para ser um sucesso, visto os seus 2 bilhões de usuários.

De fato, as pessoas passam muitas horas do seu tempo livre assistindo vídeos e não era mais do que esperado que o Facebook investisse em algo totalmente voltado para o audiovisual por lá.

A maior rede social do mundo parece rumar para um competição de peso com o YouTube que desde sua compra pelo Google há mais de 10 anos não sabe o que é concorrência. Nos resta ver as cenas dos próximos capítulos para conferir qual será o impacto disso tudo.

Por enquanto não há previsão para o Facebook Watch se tornar disponível para todos seus usuários.  Em seu post Zuckerberg disse “Nós começaremos a apresentar o Watch para um número limitado de pessoas nos EUA, e o plano é trazê-lo para mais pessoas em breve.

Já Danker declarouEstamos entusiasmados para ver como produtores e editores usarão os vídeos para se conectar com seus fãs e comunidade.”

E nós também, Danker. Nós também.

Escrito por
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Inscreva-se em nosso blog para receber nossos conteúdos por email

Guias

Inscreva-se em nosso blog para receber nossos conteúdos por email

Mais do meio

Quer receber mais conteúdos como esse de graça?

Inscreva-se para receber nossos conteúdos por e-mail e participe da comunidade da Leadlovers

Leadlovers Tecnologia
CNPJ: 22.799.684/0001-76
Rua do Semeador, 461 | CIC • Curitiba|PR • 81270-050
© 2015 – 2022 leadlovers