Não tenha medo da automação de vendas

Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp

É impressionante como ainda existem muitos gerentes, diretores e até donos de empresa com dúvidas sobre os benefícios de automação de vendas.

A razão para tal insegurança, em adotar soluções de automação, se encontra em uma época não muito distante, onde a popularização dos conceitos e sistemas para CRM se resumem a um módulo de atividade de vendas.

Esse módulo é um conjunto funcional que privilegia o gerenciamento do funil de vendas e não os ciclos de venda, cujo o objetivo é aumentar a taxa de conversão.

A diferença é visível no próprio funil de vendas.

A sua dinâmica para conversão é baseada em etapas. Por exemplo, se o funil considera 4 etapas: qualificação, reunião inicial, proposta e negociação.

O desenvolvimento se dá dessa forma: 13 negócios entrarem no processo de qualificação, 10 têm uma reunião marcada, envia-se 5 propostas, negocia-se 3 e fecha-se somente 1. Resultando em uma taxa de conversão de 13:1.

O gerenciamento do funil nada mais é do que administrar as oportunidades de negócio de modo que o resultado final represente o valor de receita correspondente à meta desejada.

O objetivo é melhorar a eficiência do processo de vendas do que a qualidade das ações em cada negócio.

A eficácia resulta na melhora da taxa de conversão.

No processo de venda, nós entendemos melhor o ciclo de cada negócio e atuamos mais efetivamente naqueles que representam maiores chances de resultados.

No funil, o processo é ao contrário, questões como chances e riscos são tratadas de forma estatística, a gerencia do ciclo de vendas enfatiza a questão analítica.

Para entender melhor, faça uma analogia com o mercado financeiro.

Gerenciar um funil de vendas é como um tesoureiro administrativo e seu fluxo de caixa.

Para o vendedor, gerenciar um ciclo de vendas dentro de um portfólio de oportunidades é como um analista de investimentos avaliando uma cesta de papéis.

Ambos tratam de liquidez, chances e riscos.

Sem efetividade nas vendas, os resultados não virão.

Quanto menor for o fluxo no funil, maiores serão os gastos para prospecção e na própria equipe de vendas.

Resumindo, quanto menor a efetividade nos processos de vendas, maiores serão os custos de marketing e maior a necessidade de headcount, para que a meta seja cumprida.

E isto é um pesadelo para os gestores.

Portanto, tenha um olhar diferente sobre as métricas que os aplicativos para automação trazem à mesa.

Uma sugestão é aumentar a taxa de conversão e melhorar as previsões de vendas, pois a gestão do funil será apenas uma consequência natural de uma atividade de vendas eficaz.

Fonte: Administradores

Escrito por
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Inscreva-se em nosso blog para receber nossos conteúdos por email

Guias

como vender mais com o funil de vendas

Inscreva-se em nosso blog para receber nossos conteúdos por email

Mais do meio

Quer receber mais conteúdos como esse de graça?

Inscreva-se para receber nossos conteúdos por e-mail e participe da comunidade da Leadlovers

Leadlovers Tecnologia
CNPJ: 22.799.684/0001-76
Rua do Semeador, 461 | CIC • Curitiba|PR • 81270-050
© 2015 – 2022 leadlovers