10 tendências para anunciantes e agências

Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp

Mark Mahaney se auto-proclamou o “analista mais antigo da internet”, durante sua palestra na Digital Conference , promovida pelo Ad Age, em São Francisco, o profissional da RBC Capital Markets entregou várias tendências – de mobile a social e carros conectados. Confira as 10 principais a seguir:

1. Mobile não é mais uma tendência emergente. É palpável

De acordo com Mahaney, o mobile representa 10% da receita e tráfego de publishers e plataformas, em alguns casos o número chega a 70%. Em um futuro próximo, este segmento crescerá mais rápido do que o restante do mercado, afirma ele.

2. O mobile está criando novas empresas

Segundo Mahaney, o mercado de smartphones impulsiona o surgimento de novas empresas. “A Uber é uma empresa que não existiria sem smartphones”, disse ele, que também mencionou a Pandora com outro exemplo. “Com o tempo, wearables e carros conectados poderão criar um fenômeno parecido, então fiquem ligados no que empresas ligadas a esses serviços estão fazendo”.

3. Social é um must

“O Facebook é um canal de marketing estabelecido hoje. É raro encontrar serviços que atingem 800 milhões de pessoas por dia, então você precisa estar lá se quiser dialogar com as pessoas. O dinheiro destinado a social vem de todas as frentes, inclusive search, o que é surpreendente, já que a busca é vista como uma ferramenta de ROI”.

4. Investimentos em TV está migrando para o online

Varizon e Mondelez estão transferindo seus budgets para o online. “E não há dúvidas de que outras empresas o farão. Creio que essa migração seja inevitável”, afirma ele.

5. Algum dia a entrega mudará a publicidade CPG

Já é possível, em 10 cidades americanas, comprar produtos online na Amazon e o consumidor recebe o pedido no mesmo dia. Este modo de entrega mudará o modo como as pessoas compram, especialmente quando se fala em bens de consumo duráveis. Isso significa mais investimento em CPG com o aumento das compras online, segundo Mahaney.

6. A camada local pode ser imensa

Várias empresas já tentaram facilitar as transações entre consumidores e comerciantes locais, o Groupon é uma delas, mas nenhuma teve sucesso ainda. Como nenhuma foi bem-sucedida, a aquela que descobrir como fazer isso ganhará muito dinheiro. Possível candidato: Google.

7. A nuvem ameaça players estabelecidos

O custo das startups está diminuindo drasticamente graças ao cloud computing, o que significa mais competitividade entre as empresas. Companhias como o Snapchat ameaçam ao reinado de players como o Facebook.

8. Pagamentos alternativos estão em ascensão

A chegada do novo iPhone dá forças a ascensão de formas alternativas de pagamento. De acordo com Mahaney, tudo que facilita as vendas de varejo tem impacto sobre o budget publicitário. Então, fique atento nisso.

9. A febre da aquisição está aqui

Montantes de dinheiros nas mãos das maiores empresas da internet estão se convertendo em aquisições e experimentos. Mahaney pega como exemplo a recente aquisição do Twitch pela Amazon. Ao visitar a Twitch, ele conta que regrediu 20 anos intelectualmente e emocionalmente. “É divertido ver o que essas pessoas, a maioria jovens, fazem nas casas dos pais aos 37 anos vestindo camisetas do Batman”.  O Twitch ajuda a veicular anúncios relevantes, principalmente àqueles publishers de videogame.

10. A internet das coisas aguarda

Dispositivos wearable e carros conectados não são uma moda passageira. Eles desencadearão uma grande mudança, removendo obstáculos entre consumidores, empresas e apps.

Espero que as dicas de Mark Mahaney tenha te ajudado a compreender o quê está por vim no futuro no segmento de marketing digital. Fique atento e ligado nas notícias que saem sobre o assunto. Abraços e até a próxima.

Fonte: Meio & Mensagem

Escrito por
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Inscreva-se em nosso blog para receber nossos conteúdos por email

Guias

Inscreva-se em nosso blog para receber nossos conteúdos por email

Mais do meio

Quer receber mais conteúdos como esse de graça?

Inscreva-se para receber nossos conteúdos por e-mail e participe da comunidade da Leadlovers

Leadlovers Tecnologia
CNPJ: 22.799.684/0001-76
Rua do Semeador, 461 | CIC • Curitiba|PR • 81270-050
© 2015 – 2022 leadlovers